Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Crónicas da Vítima

As Crónicas da Vítima

Incêndios florestais em Portugal (sem esquecer da Galiza)

17.10.17 | Bruno

Neste fim de semana que se passou, Portugal foi queimado.
Neste fim de semana que se passou, o país ardeu. Florestas inteiras foram erradicadas. Cidades queimadas e evacuadas. Mais de 60 mortes, um bebé com um mês de vida entre as vítimas.
Li, numa publicação partilhada de um grupo de Leiria, pessoas a alertar para gente em motas, a colocar incêndios. Estavam armados. Depois do pânico de tentar saber da gente que tenho na minha terra, entre amigos que são família, família da parte paterna, dizem que também ouviram motas por lá. Fala-se de um carro e um jipe.
Isto, meus amigos, juntamente com o que houve no Verão, foi terrorismo. Terrorismo caseiro, interno, com imensos interesses financeiros, como se tem tornado evidente (caso o não fosse já, há vários anos). Houve incendiários soltos, por votos de confiança, pelo amor de Deus! Os altos quadros da nossa justiça e da nossa governação estão a querer fazer - nos de idiotas. Estes terroristas mataram 100 pessoas, queimaram o país inteiro, mataram florestas, animais...
O mesmo aconteceu com a Galiza e, ainda que um dos fogos tenha atravessado o rio, não foi essa a responsabilidade de todos. Mas não sei os contornos do que se passou por lá.
Neste fim de semana, o Inferno veio ao nosso país - comprovado por, pelo menos, un raríssimo remoinho de chamas, em fogos anteriores!
Neste fim de semana, tivemos a certeza que temos que unir - nos e batalhar pela mudança ou nunca teremos paz. Tivemos a certeza de que faz falta o repovoamento de aldeias e tudo o que isso traz. Tivemos muitas certezas, tais como dúvidas. Não havia registo de incêndios há duas horas atrás. Não tenho a certeza se se mantém, mas assim o espero. Que recomece uma nova era, em que cuidemos uns dos outros e do nosso país.
Este fim de semana, começaram a matar-nos. Sangraram o nosso país.
NUNCA MAIS!