Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Crónicas da Vítima

As Crónicas da Vítima

Sinceramente, não vale a pena...

29.01.22 | Bruno

Poderia escrever um monte de lamentos - e, na verdade, apaguei já um enrome texto - mas não vale a pena: no fim de contas, continuará a tentar marcar território ou a tentar fazer com que sinta algum tipo de culpa, mas continuará a falhar. Poderia escrever sobre alguém que tenta sempre passar uma imagem de pureza e rectidão, quando sei o que se esconde por debaixo dessa capa de fumo. Sobre esse alguém que se queixa dos outros, de como eles usam o seu tempo, como se do deles se tratasse, enquanto faz algo parecido. Poderia lamentar-me dessa pessoa que acha por bem discutir com os outros, mesmo quando não tem razão. De alguém cuja mão destrói o que toca. Poderia escrever sobre um monte de coisas e tudo sobre uma só pessoa, mas não vale a pena.

Poderia escrever sobre como, mais uma vez, ele me tinha bloqueado no Messenger, quando nunca fui eu que o contactei nestes quatro anos. Poderia escrever sobre como já o havia bloqueado antes, porque estas atitudes incomodavam-me, mas acabei sempre por desbloquear, já que nada justificava que o bloqueasse. O assunto foi resolvido, já que bloqueei de volta, mas não me limitei a bloquear o Messenger: bloqueei o Fcaebook e o Instagram e, desta vez, não pretendo desbloquear.

Tenho 34 anos e, enquanto algumas pessoas me dizem que sou novo demais para dizer "estou velho demais...", a verdade é que estou, realmente, velho demais para lidar com algumas coisas. ou, talvez, esteja cansado ou sóbrio demais para turar certas merdas. Sei que já escrevi sobre o que quero e, principalmente, sobre o que não quero, mas prefiro escrever e depositar, assim, as minhas frustrações, do que andara remoer nelas. No fim de contas, estes espaços são, para um mim, um aterro de sentimentos bons e menos bons, como forma de enaltecer ou de me largar deles.

2 comentários

Comentar post