Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Crónicas da Vítima

As Crónicas da Vítima

Cinco Anos Sem Ti

03.05.22 | Bruno | ver comentários (1)
Faz cinco anos que o mar da Foz do Lizandro te levou e são muitas as coisas que queria escrever, contudo sinto-me incapaz. Em cinco anos desde a tua morte nas estúpidas circunstâncias que foram, são várias as vezes que me passas no pensamento: quer seja na saudade, na (...)

Não me interessa o amor!

24.07.21 | Bruno | ver comentários (2)
Não me interessa o amor, quebrar o que chamam de solidão. Não me interessa largar as rédeas do sentimento e deixar que as coisas se descontrolem, como um incêndio no mato. olho para trás e penso em tudo quanto passei, sempre sozinho. Ninguém se propôs a navegar (...)

Estou tão cansado

08.10.16 | Bruno | ver comentários (2)
Às vezes, não faz grande sentido parar e ficar a pensar no passado. Às vezes, é inevitável. Em tempos de tristeza, a ideia que nos ficou do passado é que é aí que residem os tempos felizes: tão pobres de espírito estamos, para procurar outros tempos felizes no presente. (...)

Coisas que já deveriam ter partido...

16.09.14 | Bruno | comentar
Há coisas que já deveriam ter sido largadas. Velhas histórias que já deveriam ter sido ultrapassadas. Velhas gentes da nossa vida que, ainda que não estejam mortas fisicamente, no nosso espírito deveriam estar. Mas as velhas histórias, mesmo as que apenas sonhámos, (...)

Tenho saudades - devaneios!

06.02.14 | Bruno | comentar
Tenho saudades do mar. Saudades do mar que canta, que bate na areia, como se me perseguisse. Teho saudades de rir, ao fugir sozinho das ondas, aceitando a brincadeira do mar e brincando com ele. Tenho saudades do mar que ouve os meus desabafos e chora comigo e do mar que (...)