Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Crónicas da Vítima

As Crónicas da Vítima

"Não És Tu, Sou Eu!"

26.02.22 | Bruno | ver comentários (4)
   Mentiria, se dissesse que a frase que compõe o título deste texto é como me sinto. Não, não sou eu, és tu: tu e esse bloquear e desbloquear constante; tu e essa tua mania de que és um bandidolas, quando, na verdade, apenas tens estilo; és tu e as tuas (...)

Down Lo: a fuga de lugares comuns para outros

15.01.20 | Bruno | comentar
Um destes dias, escrevi um estado no Facebook em que mencionava uma ideia de escrever uma espécie de retrospectiva do ano passado e sobre o carácter de algumas pessoas. Não creio que seja hoje, nem agora. Talvez por ser demasiado tarde (demasiado cedo para algumas (...)

Deixar fluir a minha essência

17.01.17 | Bruno | comentar
Chega de andar a divagar. Tenho que ser mais directo, mais verdadeiro, mais cru. Tenho que deixar-me das máscaras de ser um menino bem e deixar fluir a verdadeira essência da minha alma, em toda a sua vertente. Que se dane qualquer vulgaridade, que se foda qualquer olhar (...)

Estou tão cansado

08.10.16 | Bruno | ver comentários (2)
Às vezes, não faz grande sentido parar e ficar a pensar no passado. Às vezes, é inevitável. Em tempos de tristeza, a ideia que nos ficou do passado é que é aí que residem os tempos felizes: tão pobres de espírito estamos, para procurar outros tempos felizes no presente. (...)

Boa noite, melancolia

20.09.16 | Bruno | comentar
Há palavras condenadas a serem apenas pensadas. Há sentimentos condenados a serem guardados dentro do peito. E depois, há aquelas coisas que saem, como lágrimas que escorrem pelo rosto dos sôfregos, como a melancolia que escorre pela minha caneta (...)

Podem chamar-me de estranho

01.08.16 | Bruno | comentar
Agora, poderão ter uma razão de chamar-me estranho ou diferente. Aborreço-me facilmente com os jogos, pelo que já não sobra nenhum no meu telemóvel. De tempos a tempos, tiro fotografias das redes sociais. Hoje, devia estar na rua a celebrar (...)

Madredeus - "O Pastor"

01.10.15 | Bruno | comentar
"Ao largo ainda arde a barca da fantasia, o meu sonho acaba tarde, deixa a alma de vigia (...) acordar é que eu não queria"

Coisas que já deveriam ter partido...

16.09.14 | Bruno | comentar
Há coisas que já deveriam ter sido largadas. Velhas histórias que já deveriam ter sido ultrapassadas. Velhas gentes da nossa vida que, ainda que não estejam mortas fisicamente, no nosso espírito deveriam estar. Mas as velhas histórias, mesmo as que apenas sonhámos, (...)

Devaneios - Loucuras!

11.02.14 | Bruno | comentar
Acabo de escrever no blog que partilho com a minha boa amiga, Erin Leigh. Nem sei se me expressei bem nas palavras, mas acho que apenas quem lê o que escrevo saberá dizer se aquilo que lê provoca qualquer tipo de emoção ou sensação.Esta tarde serviu para várias (...)