Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Crónicas da Vítima

As Crónicas da Vítima

Um abrupto e prolongado silêncio

19.10.23 | Bruno

Não é que a minha vida tenha mudado, nem algo tenha acontecido. Acontece que, de tempos a tempos, entro em modo de hibernação da escrita, dos relacionamentos diários com as pessoas, da vontade de vasculhar em mim algo que valha a pena aproveitar.

Escrevi, há pouco,  o meu "blog original" - aquele que tenho há imensos anos e onde misturei os velhos textos que podem ler-se aqui. Programei a mensagem para ser publicada às oito da manhã. Escrevi sobre algumas contas de "auto ajuda", "auto afirmação" oi como queiram chamá-las e sobre a forma recorrente de criar alguma organização. Tanto as pessoas por detrás dessas contas, como um anónimo no Reddit dizem que escreva listas. 

Não só de listas vive a organização - e bem que preciso dela -, mas também de disciplina. Se quero escrever, desenhar, criar uma rotina, não posso esperar pela vontade ou pela inspiração, mas tenho que criar uma rotina e disciplinar-me a segui-la. Parece coisa simples e básica, mas a verdade é que não é - e quem tenha tido que o fazer, sabe bem o quanto custa começar e manter essa rotina.

É, também, a falta de rotina e de disciplina que me leva a ausentar-me dos blogs e de qualquer outra coisa. É, por isso, que me forço a escrever este texto, que será publicado, sim, mas que é uma espécie de... Rascunho? É por isso que, às quase cinco da manhã, escrevo, enquanto fumo mais uma cigarrilha.

Bom dia!